La Torre Desnuda

Ninguém vê o que o outro vê

Inés Boza dirige o grupo criativo A_Fabrica num projecto que toma o Teatro da Figuras como o espaço cénico para o jogo do vestir e despir de almas, para tentar, mais uma vez, desentrahar a esquiva naturaleza humana.

“Iamos fazer uma peça para um espaço insólito, um espaço onde habitualmente nâo se faz teatro. E um dia surgiu o Teatro Das Figuras para nos acolher. Nâo podiamos ni queríamos fazer um espetáculo convencional e foi assim que recebemos o Teatro com aquilo que ele é: um gran espaço com lugares que os actores nâo pisam, nâo utilizam, e outros que o público desconhece. Un espaço lúdico. Un espaço insólito.

Uma roupa que mascara e um Teatro para despir. A grande torre veste-se para que o artista possa despir a sua alma.

E é a partir daquí que temos trabalhado. Temo-nos escondido e mostrado, temo nos olhado a nós e ao teatro com outros olhos. E temos acreditado em fantasmas.” Inés Boza

Coproducción de

Arquente-Associaçâo cultural e Teatro Municipal de Faro